Bruxismo, briquismo e ATM. Como eliminar? A placa cura? Prof

O bruxismo ou briquismo, ATM e a placa – 50 anos. Tontura, dor de cabeça, zumbidos, dor no pescoço, nuca, enjoo, vista embaça ou luz incomoda. O que é? Adulto e criança (infantil). Diagnóstico, tratamento. Eu aperto ou ranjo os dentes e eles estão sensíveis? Tem cura. Estalos ou dor na articulação.

O aparelho de silicone ou de acrílico resolve? Quando é indicado?

Antigamente, falava-se que a causa desse hábito incorreto, era atribuído a enfeitiçamento por bruxaria; até faziam-se uma abertura na calota craniana para que, numa vã tentativa, de que esse feitiço pudesse “sair” através dessa abertura, na cabeça e o paciente parasse de ranger os dentes. Esse nome, vem da palavra grega βρυχμός, que significa, ranger os dentes.

Esse hábito emocional, ocorre em praticamente, em todas as idades desde crianças e  até, em idosos.

“O bruxismo é, um hábito noturno”, caracterizado pelo apertar ou ranger os dentes, em que as forças sobre a musculatura mastigatória são excessivas, podendo levar a uma piora, de diversos sintomas, descritos abaixo, também causar desgastes no esmalte do dente, podendo levar a cáries, problemas gengivais, mobilidade dental (podendo levar a canal ou perda do órgão dental, por perda do osso, de suporte) ou uma piora, dos problemas, de disfunção na ATM (dor e desgaste, na articulação temporomandibular, por exemplo). 

Chamamos de briquismo, quando esse hábito é diurno. 

“Apesar de não serem, a causa direta” dos sintomas, podem piorar os problemas, de dor e sintomas de disfunção relativos às ATMs (ou DTMs), mas, a “causa verdadeira desses sintomas” são os dentes, músculos, ligamentos e as articulações da mandíbula, que não estão, na posição de conforto.

Porque ocorrem esses hábitos incorretos? Porque a minha placa quebrou ou ficou com buracos? Eles são hábitos, “totalmente emocionais”, que podem levar o portador a um aparecimento ou piora de sintomas, “chamados tensionais, emocionais ou nervosos”. Muitas pessoas, com esses problemas, “acabam gastando os dentes ou estragando, os aparelhos de acrílico ou de silicone”, “devido a esses hábitos, incorretos, por não observarem, que são hábitos, “emocionais”.

Dentes normais e desgastados

Posição de conforto, o que é? Seria quando existe um ponto de equilíbrio, dos dentes, músculos, ligamentos e articulações.

Seria essa posição, de devemos procurar, “antes, de qualquer outro tipo de tratamento”, nos dentes (como reabilitação dental, colocação ou troca, de próteses totais – dentaduras, pontes fixas ou móveis, ortodontia fixa ou cirurgia ortognática, por exemplo) ou mesmo antes de uma extração dentária seletiva, para correção, na ortodontia fixa de dentes tortos. (pois pode haver mudança, no tipo de tratamento, após localizado, essa posição de conforto perdida).

Podemos ter, um lindo sorriso estético mas os dentes, podem não estarem, na posição de conforto”.

“Aparelho ortodôntico fixo ou móvel” (se não bem conduzido esse tratamento), pode levar a sintomas, de “ATM ou DTM” e sua disfunções. Ocorre isso, devido os dentes saírem da posição de conforto, na movimentação.

O que causa, esse hábitos incorretos, em crianças? Crianças que rangem ou apertam os dentes (às vezes, podemos ouvir esse rangido, quando a criança está dormindo), com até os 6 anos de idade, é considerado normal – faz parte do desenvolvimento dos ossos da face. Só intervimos, se estiver prejudicando os dentes e causando desgaste excessivo, mobilidade dental e nos casos de apneia do sono ou hiperatividade, em crianças (a criança, não para quieta).

Nas crianças, com esse hábitos, deve-se tomar medidas, de proteção, para os dentes, como o uso de placa de mordida, de acrílico ou o uso de aparelho ortodôntico móvel, específico, para cada caso e acompanhamento com um otorrinolaringologista, fonoaudiólogo ou alergista, se necessário. 

Quais os sintomas que podemos ter? Dividimos, de acordo com a causa: muscular, articular e emocional.

A maioria desses sintomas, com essa origem, são tratados, sem a utilização de remédios, cirurgia ou restrição alimentar.

A- Muscular.

1- O bruxismo e ou briquismo, causa barulhos, estalos ou zumbido no ouvido ou sensação de ouvido fica tampado. Diminuição auditiva, sensibilidade auditiva ou dificuldades, no entendimento, de certos sons, mais graves ou agudos ou surdez.

2- O bruxismo e o briquismo causa, tontura, tonteira, atordoamento ou vertigem. (chamados de labirintite ou labintopatia).

3- A ATM, DTM, sua disfunção e bruxismo ou briquismo, causa dores de cabeça (como nas enxaqueca e cefaleia)? Sim e podem ser constantes ou intermitentes, sensação de pressão, nas laterais da cabeça, nuca ou testa. Também, pode causar dores nos olhos, dores na face, nuca, ombros, costas, pescoço, dores nos músculos dos braços e peito (podendo pensar, que esteja com problemas, no coração), entre outros sintomas.

4- Sensação de aperto ou que alguma coisa está enroscado, na garganta, pigarro constante, dor na face, o nariz pode tampar e dores nos dentes de cima (uma falsa sinusite, que não tem pus). Isso pode causar, apneia do sono e do ronco (causa sono de dia, parece que não dormiu direito e apneia do sono ou do ronco) e insônia (falta de sono). 

5- Fotofobia (aversão a luz – a luz incomoda – ele procura ficar, em ambientes escuros ou usar óculos escuros), dores nos olhos, vista embaça, a pélpebra treme.

6- Limitação de abertura da boca (quando essa limitação, é de origem muscular), dor na face ou dificuldades de mastigar, os alimentos.

7- Certos casos de nevralgia do trigêmeo. (causa dor aguda, como se fosse, um choque e dura, poucos segundos).

8- Causa patológica ou originada por trauma, nos músculos da face.

B) Articulação da mandíbula:

1- O bruxismo e mesmo o briquismo pode causar, ruídos, barulhos, crepitações ou estalos, nas articulações da mandíbula (ATM).

2- Luxação ou subluxação, da articulação temporo mandibular.

3- Problemas patológicos ou originados por trauma articular.

4- Sintomas de dor, de origem articular (podendo causar dor reflexa no ouvido).

5- Limitação de abertura ou fechamento, ou desvios, na abertura, quando a origem é articular (como nos caso das artroses – desgaste da cabeça das articulações da mandíbula, por exemplo).

Acima, uma radiografia de uma articulação da articulação temporo mandibular, com osteo artrose – desgaste da cabeça da articulação e a figura, dentro dela representa, como deveria estar essa articulação, sem o desgaste.

Por isso o tratamento tem que ser, logo que sentir algum sintoma, procurando evitar problemas futuros.

c) Sintomas de causa emocional:

1- Emocionais, como a sensação de estar meio aérea (distante da realidade) ou como a cabeça, fosse um balão.

2- Problemas posturais, da coluna cervical. (causando, dor ou estalos no pescoço, ao movimentar a cabeça, para os lados, podendo causar torcicolos e até hérnias)

3- Sintomas causados, por hábitos e vícios parafuncionais, profissionais ou emocionais, entre outros descritos no menu acima.

Os dentes são responsáveis pelo perfeito equilíbrio dos músculos, das articulações e dos ligamentos. Qualquer alteração dentária, que pode ser desde um simples dente torto, uma mordida inadequada ou até mesmo a falta deles, podem gerar um desequilíbrio, levando a sintomas. 

Eu ranjo os dentes. Tenho bruxismo e desgastes nos dentes. Sinto dor, quando tomo bebidas geladas ou comida salgada ou azeda (sorvete, refrigerante com gelo, limão ou vinagre, por exemplo).

Porque ocorre isso?

O dente, na sua coroa, é formado de esmalte dental, translúcido, que não tem sensibilidade. Logo abaixo dele, existe a dentina, de cor amarelada, que possui canalículos dentinários (cheios de líquidos), canalículos estes, que estão ligados a polpa dental, de cor vermelho escura (conhecida popularmente, como nervo dental).

Nesses hábitos, de apertar ou ranger os dentes, pode levar a abrasão, (desgastes) da superfície de mastigação, que pode ocorrer em alguns casos (entre outras causas: como escovação incorreta), pode haver perda, de parte desse esmalte, expondo a dentina, que tem sensibilidade. Também, é comum observar, uma cor escurecida, na superfície de mastigação, dos dentes, que sofreram, este tipo de abrasão. No caso de escovação incorreta, também, pode causar, desgaste e caries, na lateral dos dentes, próximo a gengiva.

Hábitos profissionais. Alfaiate, que segurava o alfinete com os dentes.

Para a sensibilidade dentinária, existem produtos, como pasta de dentes (também utilizados, para problemas de sensibilidade dentinária, decorrentes de escovação incorreta) ou, que são utilizados pelo dentista, para aplicação local, a fim de obliterar esses canalículos, reduzindo assim, os sintomas de sensibilidade nos dentes (são mais eficazes, que as pastas de dentes). Nos casos extremos de sensibilidade, pode-se recorrer a colocação de próteses de cobertura. 

Contatos prematuros, nos dentes ou vícios de língua: Quando um dente, quer nos movimentos de oclusão, ou de lateralidade (movimentos em que há o encontro, das arcadas superiores e inferiores), existir um contato prematuro (contatos prematuro: é quando um dente, por estar mais alto, ao ocluir com o dente antagonista, acaba tocando primeiro que os outros – recebendo, somente ele, a carga mastigatória, enquanto que essa carga, deveria ser distribuída, por todos os dentes), pode ocorrer problemas dentários na mastigação, podendo agravar, nos portadores desses hábitos incorretos, por gerar um maior esforço sobre esse dente, podendo levar, a problemas gengivais e até, a perda de dentes.

Também, devem ser observados e tratados, alterações periodontais e mobilidades dentais, geradas pelos vícios de língua (aqui vale dizer, que alguns pacientes, tem o costume de empurrar os dentes ou ficar mordendo a língua – como hábito ou em situações de estresse) ou por de posições erradas da língua ao engolir, os alimentos ou na posição de descanso, da língua (que pode ser, uma deglutição atípica lateral, da língua, por exemplo).

Cabe ao fonoaudiólogo, em conjunto com o dentista, tratar desses problemas de posicionamento incorreto da língua.

Placas de silicone (mole) ou placas de acrílico (rígida – miorrelaxante). O que devemos usar? O aparelho não cura, o ranger e o apertar dos dentes, por serem hábitos, totalmente emocionais. Só usamos, esses aparelhos móveis, quando o paciente tem sintomas de disfunção da ATM ou DTM ou quando tem, próteses de porcelana, para evitar quebrar, as coroas ou pontes fixas de porcelana.

Como é feito o diagnóstico? O diagnóstico, para os sintomas, com essa causa, é feito através de um exame de diagnóstico diferencial, desenvolvido por nós, além de exames de ressonância e outros exames complementares, que se tornem necessários, visando sempre, descartar, sempre, outras possíveis causas.

E, o tratamento, como é feito? “O tratamento para os sintomas, de causa ligamentar – muscular, visa restabelecer “o reequilíbrio muscular perdido” e, com isso, a remissão dos sintomas, o uso de técnicas e orientações, que visam a eliminar, esses hábitos incorretos e é efetuados, sem o uso de remédio, restrições alimentares, exercícios fisioterápicos, que possam trazer algum incômodo, para o paciente”. 

Utilizamos, para o tratamento, técnicas conectivas, fisioterápicas e exercícios musculares, junto com tratamento, dos sintomas da ATM ou DTM, com excelente resultado. 

Tratamentos fisioterápicos:

O laser de onda infravermelho é utilizado para redução da dor muscular ou originados de problemas dos nervos (parestesias ou nevralgias). O tens, é um aparelho que imita os impulsos nervosos, que geram a movimentação músculos, visando promover o relaxamento muscular, na terapêutica, no tratamento dos sintomas.

Ambos (o Tens e o Lazer), tem a função de redução dos sintomas de dor e das tensões musculares, pela liberação pelo nosso corpo da endorfina, que tem princípios semelhantes à morfina, que tem função analgésica, relaxante e calmante.