Um estudo britânico questiona os efeitos do botox, para tratamento da dor de cabeça (enxaqueca ou cefaléia crônica). A ATM, o bruxismo e a “toxina botulínica”.

Na Inglaterra, existem vários trabalhos, que questionam, os efeitos do botox (toxina botulínica), para tratamento das dores de cabeça crônicas.

O botox, trata ou cura o bruxismo? Não, o bruxismo “é um problema totalmente emocional de estresse e ansiedade”. Existem técnicas, usadas por nós, bem melhores e menos prejudiciais do que a toxina botulínica.

Saiba que, muitas pessoas, sofrem “durante anos”, com esses sintomas, de dores de cabeça e outros tipos de dores, mas não sabem, que podem estar sendo causados, “pelos músculos da cabeça”, que podem não estarem, “na posição de conforto”, “causando alterações neuromusculares e algias por tensões musculares”. Ao recuperar, “a posição de conforto perdida”, cessam os sintomas, com essa causa.

A causa, da maioria desses sintomas, de dores de cabeça, ”são os músculos, articulações e os dentes”. O botox não cuida, da causa dos sintomas, da ATM ou DTM. Por isso que, os sintomas voltam, mesmo depois, do uso dessa toxina.

Mas o estudo, publicado no Drug and Therapeutics Bulletin, afirma que os testes clínicos com o tratamento concluíram que o botox apresenta “pouco benefícios” contra as dores de cabeça.

Efeitos colaterais e problemas, que causa o botox, para dores de cabeça causados pela disfunção da ATM (DTM): 1% e 10% dos voluntários que receberam as injeções de botox descreveram, efeitos colaterais dolorosos ou desconfortáveis, incluindo espasmos musculares, coceiras e urticária.

De acordo com a pesquisa, o composto pode provocar, “uma piora, dos sintomas de dor de cabeça” em até 10% dos usuários. Também, pode provocar, “micro lesões musculares”, ter que aplicar a cada 6 meses e é de custo alto. O estudo indica ainda, que é impossível determinar, se o uso do “ Botox”, traz outros riscos.

Isso porque “ele contém a toxina, que causa o botulismo” que, ao ser injetada em pequenas doses, paralisa o músculo e evita sua contração, eliminando os focos de dor.

Mais de cinquenta anos, no diagnóstico, tratamento e estudos de sintomas, com centenas de pacientes atendidos, aos quais se encontram livres, de seus sintomas.